Profeshow

Algumas sugestões de lembrancinhas para o primeiro dia de aula, retiradas do blog da Jacirinha (jacirinha.blogspot.com):

blogjacirinha0091

Anúncios

cad_de_classe_001lic3a7c3a3odecasa001aviso_de_porta_001caderno_de_leitura_001

infantilmagia441Alunos e pais solicitam atenção nesse período

Os pequenos do Maternal, Jardim e Pré podem ficar apreensivos em seus primeiros disas de aula. Para os que vêm à escola pela primeira vez, este é um espaço completamente diferente e novo. Para os que estão voltando eles passaram os últimos dois meses brincando em casa. “Procuramos transformar a primeira semana de aula uma experiência prazerosa e natural para os alunos”.

Para que isso aconteça, ahá fatores imprescindíveis: ” O comportamento das atividades que serão propostas e um bom relacionamento com os  pais  não podem faltar”. E sse é um trabalho feito em conjunto, envolvendo a direção e a coordenação da escola, as professoras, os pais e os alunos.

Pais: participação importante

Nos primeiros dias de aula é importante a participação dos pais na escola, conhecendo o lugar onde seu filho irá estudar. O vínculo estabelecido com os pais é fundamental para a adaptação da criança. ” Se os pais se sentirem seguros, seus filhos tenderão a também se sentir. As famílias precisam ser acolhidas, e o processo de separação entre pais e filhos, trabalhado”.

Orientação aos pais   

Em uma conversa com  os pais, é possivel pedir-lhe um apoio no processo de adaptação de seus filhos:

* Mantenham a rotina normal da criança no período de adaptação, evitando propor mudanças, como tirar a chupeta ou a mamadeira.

*Evitem perguntas insistentes, como: “Gostou da professora?” ou “Já conheceu muitos amiguinhos?”, que só pressionam a criança.

É melhor deixá-las expressar livremente mesmo que isso não ocorra logo no início.

Postura da professora        

Nesse primeiro contato com os alunos, a professora tem de transmitir sobretudo acolhimento. Seja:  

*Afetuosa

*Atenciosa

*Simpática

*Alegre

*Clara em suas explicações

Uma maneira lúdica e eficiente de se apresentar ás criança e mostrando a elas algum objeto ou lugar de que você gosta muito e explicando por quê. Você pode levar um livro ou bichinho de pelúcia seu por exemplo.

ATIVIDADES INICIAIS       

No começo das aulas, o foco dever estar na integração, nas brincadeiras com nomes, para que os alunos se conheçam, e na exploração dos espaços da escola. “As crianças em geral  se sentem mais atraidas pela quadra, pelo pátio, pelo parquinho. É interessante que se desenvolvam atividades bem lúdicas nesse período, fazendo-as aceitar a professora e a relacionar o ambiente escolar como algo prazeroso”.

Essas brincadeiras também ajudam a professora a sentir  a dinâmica e as necessidades do grupo. As atividades são planejadas a partir das características do grupo, pois, com  a ajuda da orientação educacional, a professora já tem o histórico dos alunos.

Ao conduzi-las pelos ambientes da escola, o ideal é explicar com clareza tudo o que elas estão vendo e também tudo o que vão fazer por lá. A professora pode inclusive pedir aos alunos para ajudá-la, assim eles sentem que estão participando desde o princípio.

Para acolher um aluno novo, que possa estar ainda um pouco deslocado. a professora também pode pedir ajuda às crianças que já estudavam na escola, apresntando-o: “Este é o nosso novo coleguinha, que se chama….”

Fonte: Guia Prático para Professoras de Educação Infantil – janeiro/2006

diversaoAlgumas sugestões de dinâmicas para recepcionar e integrar a turma no primeiro dia de aula.

Com dinâmicas divertidas, você professor apresenta a escola aos alunos, aproxima colegas de classe e contribui para que todos se sintam acolhidos dentro do novo grupo. Primeiro dia de aula. A turma toda está na expectativa para saber quem serão os novos professores. Muitos alunos nunca se viram ou mal se conhecem. Para formar um grupo unido, bem relacionado e em sintonia com você, esqueça a velha tática de dar bom dia, fazer as apresentações e entrar no conteúdo. Confira a seguir as atividades de integração para diversos níveis de estudo.

Como é meu colega
Diga à classe que todos vão ganhar um “retrato”. Pregue na parede uma folha de papel Kraft da altura da criança. Posicione o aluno de modo que fique encostado na folha e, com um lápis, desenhe o contorno do corpo dele. Estimule a turma a dizer como é o cabelo, o rosto, se usa óculos etc. Durante a atividade, repita muitas vezes o nome do aluno, para que os colegas memorizem. Faça o “retrato” de todos. Por fim, peça a um colega que desenhe o seu contorno, repetindo o processo de observação, para que as crianças também se familiarizem com você. Pendure os desenhos na parede e elogie o grupo. Nos dias seguintes, logo na entrada, pergunte à classe quem é cada um dos colegas desenhados e se ele está presente. Se estiver, ganha uma salva de palmas. Deixe os papéis expostos por algum tempo. É importante para os pequeninos que suas produções permaneçam ali até eles se sentirem pertencentes ao grupo e ao ambiente.
Recomendado para: Educação Infantil

Meu nome é…
Faça crachás com o nome das crianças e coloque no chão da sala, no meio de uma roda. Peça que cada uma identifique seu nome. Incentive o reconhecimento das letras  iniciais, conte quantas letras compõem cada nome e faça com que elas percebam letras iguais em nomes diferentes. Quando todas já estiverem com crachá, comece um gostoso bate-papo sobre as preferências de cada um quanto a um tema predeterminado (como alimentos, brincadeiras, objetos ou lugares). Agrupe as crianças de acordo com as afinidades. Na etapa seguinte, peça aos alunos que desenhem aquilo de que gostam em uma folha e coloquem o nome. Quem não souber escrever sozinho pode copiar do crachá. Depois de prontos, os desenhos são mostrados aos colegas e, em seguida, expostos no mural. Com os alfabetizados, a dinâmica é a mesma, mas, além de desenhar, eles podem fazer uma lista de suas preferências.
Recomendado para: Educação Infantil

As dinâmicas a seguir você pode adaptar com maior ou menor grau de dificuldade, de acordo com a série aplicada.

ESCRAVOS DE JÓ

Formar um círculo – todos de pé cantarão a música escravos de Jô, porém ao invés de moverem algum objeto o movimento será feito com o próprio corpo.

Combinar antecipadamente que o movimento se dará através de pulos com os dois pés juntos iniciando para a direita.

Objetivo: o entrosamento para o sucesso das atividades.

Então ao cantar:

Escravos de Jó – pular para a direita
jogavam caxangá – pular para a direita
Tira – pular para a esquerda
põe, – pular para a direita
deixa ficar… – ficar parado
Guerreiros – pular para a direita
com guerreiros- pular para a direita
fazem zigue – pular para a direita
zigue – pular para a esquerda
zá – pular para a direita

Círculo Fechado
Objetivo: exclusão dos colegas
O Professor pede a dois ou três alunos que saiam da sala por alguns instantes.
Combinar com grupo que fica que eles devem formar um círculo apertado com os braços entrelaçados e não deixar de forma nenhuma os outros (que estão fora da sala) entrar neste círculo.
Enquanto o grupo se arruma o Professor combina com os que estão fora que eles devem entrar na sala tentar se integrar ao grupo que está lá.
Depois de alguns minutos de tentativa, discutir com o grupo como se sentiram não deixando ou não conseguindo entrar no grupo.
Muitas vezes formamos verdadeiras “panelas” e não deixamos outras pessoas entrar e se sentir bem no nosso meio.

Expectativas
Objetivo: quebra-gelo
Material: bolas de inflar (bexiga), caneta permanente (tipo para retroprojetor).
Iniciar com as boas vindas ao grupo
Distribuir as bolas e pedir que encham e fechem com um nó. Cada um deve escrever sobre a bola, com caneta para retroprojetor uma frase ou palavra que expresse suas expectativas sobre o novo ano
A medida em que acabam de escrever, levantam-se e brincam entre si com as bolas, sem deixar que estourem. Ao sinal, cada um pega uma das bolas, qualquer uma, e formam grupos de acordo com a cor da bexiga. O grupo lê o que está nos balões e conversa a respeito..
Pendurar os balões e deixar pendurado durante toda a semana

Garrafa dos elogios

Material: Uma garrafa vazia (pode ser de refrigerante). O grupo deve sentar formando um círculo.
O Professor coloca a garrafa deitada no chão no centro da sala e a faz girar rapidamente, quando ela parar estará apontando o gargalo para alguém. O Professor dirá uma palavra de boas vindas, estímulo ou elogio à essa pessoa.
A pessoa indicada pela garrafa terá então a tarefa de girá-la e falar para quem ela apontar e assim sucessivamente

Grande Abraço

Coloque uma música de fundo e peça para que os alunos andem aleatoriamente.
Sem seguida peça para que formem duplas e após pedir para que se abracem. Devem voltar a caminhar só que agora em duplas. Como próximo comando pedir para que as duplas se abracem formando grupos de quatro integrantes e assim sucessivamente até formar um grande abraço com toda a turma.

Espírito de Equipe

Objetivo: confiança que temos que ter no amigo, espírito de equipe e valorização de pessoas.

Pedir para o grupo de posicionar um de costas para o outro, ombro a ombro. Em seguida pedir para que cada dupla se abaixe até o chão sem colocar as mãos no chão. Alguns vão cair, outros vão conseguir.
Fechar falando da confiança que temos que ter no amigo, sobre o espírito de equipe e valorização das pessoas.

Chega mais

Objetivo: O objetivo dessa dinâmica é a aproximação com as pessoas, conquistar confiança e principalmente o respeito.

Os alunos deverão andar soltos pela sala ou pátio ouvindo uma música. O Professor dará os comandos no momento em que pausar a música. Poderá iniciar pedindo que cada um cumprimente com um aperto de mãos o colega que estiver à sua frente. A música volta a tocar e ao pausá-la novamente poderá pedir que cumprimente o colega que está à sua frente dando tapinhas no ombro ou nas costas, e assim por diante até terminar em um forte abraço.

inicio-das-aulasTema: Adaptação – Integração
Tempo de duração: Mês de fevereiro

Justificativa:O início das aulas é um momento que mistura alegria, tristeza, ansiedade, novidade e choro. Justamente or se tratar de algo novo para a criança requer um período de adaptação, especialmente para as que estão indo para escola pela primeira vez. A fase de adaptação pode durar alguns minutinhos, horas, dias e até meses… depende da criança. Cabe a escola realizar a acolhida das crianças e que a adaptação ao novo espaço seja da melhor forma possível.

-Colaborar para que as crianças sintam prazer em estar na escola;
-Fortalecer o vínculo afetivo e um diálogo aberto;
-Elaborar os combinados, de acordo com a necessidade do grupo;
-Proporcionar atividades que contribuam para a livre expressão: falada, gesticulada, cantada ou através de desenhos.
-Verificar as fases de escrita dos alunos.
Roda cantada;
Brincadeiras e jogos.
Conteúdos:

Português

Conversas, relatos de vivências, narração;
Nomes dos colegas, da professora e dos funcionários.
Crachá e cartaz com lista de nomes;
Alfabeto;
Histórias infantis;
Sondagem da escrita.

Matemática

Contagem oral;
Jogos;
Leitura de calendário.
Situações-problemas.

História e Geografia

Regras de convivência.
Observação dos diferentes ambientes do espaço escolar.
A história de vida do aluno.

Artes:

Pintura;
Recorte e colagem;
Dramatizações;
Músicas diversas.


Educação Física:

Objetivos:

Facilitar o entrosamento, despertar a cordialidade e espontaneidade.
-Propor atividades que colaborem para a aproximação entre os colegas, ou entre eles e crianças novas;

Desenvolvimento:

· Acolhida: Receber as crianças com carinho e alegria;
· Apresentações e dinâmicas de grupo;
· Atividades para conhecer os alunos: Quem sou eu?
· Passeio pela escola para conhecer as dependências e os funcionários;
· Atividades sobre valores e regras na escola;
· Brincadeiras e jogos;
· Trabalhos com músicas (fazer interpretações de forma oral, gestos, escrita e desenhos);
· Atividades orais (roda da conversa) onde os alunos poderão expressar suas expectativas quanto a escola, suas emoções, seus sentimentos;
· Atividades com nomes (crachás) e alfabeto;
· Sondagem da escrita;
· Situações-problemas (quantos alunos faltaram, quantos meninos são etc)


Culminância:
Realizar uma gincana de brincadeiras objetivando que o importante é que todos se divirtam (corrida do saco, pula corda, cobra-cega, corrida da batata, show de calouros, dança das cadeiras

novembro 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Visitantes